• Daniele Natali

Reflexões de uma conversa na quarentena

Desde que resolvi estudar e abrir um espaço colaborativo, tenho lido e procurado conhecer espaços que compartilhem dos mesmos ideais de consumo consciente e do fazer manual. Durante a quarentena, conversei com pessoas e li textos de especialistas. Alguns afirmam que o consumo será mais consciente, mesmo porque o poder aquisitivo das pessoas diminuiu.Para outros, no entanto, que as pessoas se tornarão mais egoístas. E você qual sua opinião?? A verdade é que as pessoas mostrarão cada vez mais quem são. Uma conversa despretensiosa me escancarou esse fato: “um e-commerce é mais lucrativo”, o consumo de uma loja colaborativa é consciente demais para mim. Oi?? E se tratava de alguém que era referência e proprietária de uma loja colaborativa. E eu preocupada, angustiada e sem dormir pensando em quantas colaboradores e clientes seriam impactadas se eu não conseguisse preservar meu espaço na quarentena. Como essa cadeia do fazer manual, das pequenas marcas, precisam ser fortalecidas , e é maior a necessidade de espaço e voz para essas pessoas que trabalham em suas casas, produzindo peças lindas, geleias, antepastos, sabonetes e uma infinidade de produtos com a história de cada família. Consumir com consciência é consumir de um jeito diferente. O consumo consciente é uma questão de hábito: pequenas mudanças em nosso dia-a-dia. É uma contribuição voluntária, cotidiana, solidária. Não é para todos, somente para quem tem consciência, e eu tenho encontrado tantas e tantas pessoas que pensam dessa maneira. Nós assim vamos transformar o mundo a nossa volta. Comprando do pequeno produtor, consumindo produtos de pequenos empreendedores do seu bairro, produtos com história e significado.

Os inconsistentes e inconscientes vão ficar para trás!! Por uma vida mais simples


27 visualizações

©2018 by Alaúde Espaço Colaborativo. Proudly created with Wix.com